Ser macho é...

14:16 Pinho - TJ 0 Comments

Sentir a dor fisica e moral de uma bolada no saco.

Sentir a tortura de ter que usar terno no verão.

Sentir o suplício de fazer a barba todo dia.

Sentir desespero de uma cueca apertada.

Sentir a loucura que é fingir indiferença diante de uma mulher sem sutiã.

Sentir a loucura que é resistir a olhar para as pernas de fora de uma mini-saia curta.




Ir a praia e ter de resistir a olhar para aquele mulherão deitado a seu lado.

Viver sob o permanente risco de ter que entrar numa briga.

Pilotar a churrasqueira nos fins de semana enquanto todos se divertem.

Ter sempre que resolver os problemas do carro.

Ter que reparar na roupa nova dela.

Ter que reparar que ela mudou de perfume.

Ter que reparar que ela trocou a tintura do cabelo de Imedia 713 para 731 Louro bege salmon plus up light forever.

Ter que reparar que ela cortou o cabelo, mesmo que seja somente um centímetro.

Ter que jamais reparar que ela tem um pouco de celulite.

Ter que jamais dizer que ela engordou, mesmo que isto seja a pura verdade.

Se esforçar para lembrar a escalação da seleção de 70, 82 e 94 enquanto espera ela gozar primeiro.

Ter que aguentar o stress da mulher nos dias de TPM.

Ter a suspeita que ela, com todos aqueles suspiros e gemidos, só está tentando nos incentivar.

Ouvir um NàO, virar conformado para o lado e dormir, apesar da vontade de quebrar todo o quarto.

Trabalhar pra cacete em prol de uma família que reclama que você trabalha pra cacete!

Ter a obrigação de ser um atleta sexual.

Viver sob a eterna tensão da primeira broxada.

Ter que conversar sobre aplicações, debêntures, dólares, commodities, marcos, CDBs e RDBs, mesmo que o seu salário não dê para chegar ao final do mês.

Desviar os olhos do decote da secretária, que se faz de distraída.

Trabalhar com mulher!!! (aqui para nós, diga se é possível discutir a sério um assunto de trabalho com alguém que use batom vermelho, perfume atrás da orelha, cabelos soltos que balançam ao vento e saia curta e justa? E quando ela cruza as pernas????Ah…)

Entrar numa boate de strip-tease, dessas repletas de garotas baratas alegando pura “curiosidade antropológica”.

Ter que ouvi-la dizer em ligação interurbana que está sem roupa.

Pior é saber que sua vizinha gostosa de 18 aninhos está liberando pra todo mundo e sua esposa de olho nos seus passos.

Parar para almoçar no domingo na casa dos sogros, discutir política com aquele velho reacionário, tratar bem os sobrinhos e se controlar para não dar na cara do irmão cara de pau dela, que veio pedir dinheiro emprestado de novo!!!

Depois elas ainda acham que é fácil ser homem, só porque nós não menstruamos!!

E mulher que reclama da dor do parto que sentiu duas vezes na vida é porque nunca levou um chute bem dado no saco \o

Via Uhull

0 comentarios, falta o seu :

Gostou da postagem ?

Compartilhe sua opinião ai em baixo.