Os recordes do mundo animal

17:41 Pinho - TJ 2 Comments

Como o proprio nome no titulo já diz, nessa lista teremos os recordes do mundo animal. 
O animal mais forte, mais rapido e blábláblá.

Confiram a lista completa vale a pena (Y'


O mais forte: O escaravelho rinoceronte, Oryctes Nasicornis, que vive na Europa por ser capaz de suportar em seu dorso um peso 30 vezes maior que o seu próprio durante uma hora.
O mais fiel: Os gansos se juntam para toda a vida. Inclusive se diz, exageradamente, que quando enviuvam morrem de tristeza. As cegonhas também mantêm seus laços por toda vida, ainda que distanciam-se depois da época do acasalamento.

A fêmea mais infiel: As dos aracnídeos e dos Louva-Deus. Algumas fêmeas comem o macho depois da cópula (as vezes antes até). Em algumas espécies o sacrifício do macho é imprescindível. É necessário que a fêmea devore sua cabeça para evitar o bloqueio que esta exerce sobre as reações da cópula Afinal de contas, depois da cópula o macho já não serve para nada na perpetuação da espécie. O veado volante, Lucanus Cervus, e outras espécies de escaravelhos com longos apêndices, lutam entre eles pela posse das fêmeas; mas estas não duvidam em abandonar a seus pretendentes em plena luta para ficar com o próximo que chegue.


O mais solidário: O morcego vampiro. Se um colega não encontrou comida, o outro regurgita sangue para compartilhar.
O animal mais prolífico: O pulgão do repolho, Brevycorine Brassicae, que é capaz de gerar num ano uma descendência que atingiria um peso de 822 milhões de toneladas. Ainda que sua reprodução é majoritariamente assexuada, sem a intervenção do macho.
O mamífero mais prolífico: O Tenrec ou Tandraka, Tenrec Ecaudatus, que vive em Madagáscar e Ilhas Comores. Pode parir de uma só vez 32 filhotes.
A gestação mais prolongada: A salamandra negra dos Alpes tem um período de gestação de 3 anos e 2 meses. O elefante tem um período de gestação de quase dois anos (660 dias). Entre os peixes é a Mielga, Squalus Acanthias, um tubarão vivíparo com um período de gestação de 18 a 24 meses.
A gestação mais curta: A gravidez mais breve é o do marsupial conhecido como Bandicut de nariz curto: 12 dias.
O mais maternal: A fêmea do polvo. Permanece em sua gruta cuidando dos ovos e sem comer até morrer por inanição convertida num monte de peles.
Os mais paternais: Os cavalos-marinhos que armazenam os ovos numa bolsa até que eclodem. O macho dos peixes gato ou bagres, grupo ao que pertencem vários gêneros e espécies de águas doces e marinhas, protegem os ovos na boca, e durante os 15 dias de desenvolvimento embrionário não podem alimentar-se. Depois, os alevinos procuram refúgio na boca do pai quando se apresentam em situações de risco. As avestruzes americanas (Rhea Americana), que ainda que um só macho convive com até uma dúzia de fêmeas, é ele quem se encarrega da construção dos ninhos e da encubação e cuidados da ninhada. Claro que antes transporta todos os ovos a um só ninho. O sapo parteiro (Alytes) leva os ovos e pequenos sapinhos sobre uns orifícios que se desenvolvem em suas costas. O curioso é que o parteiro é o macho. O macho do pingüim imperador se dedica à encubação dos ovos, sem comer, durante 115 dias.
O escavador mais rápido: A toupeira pode escavar até 5 metros cúbicos por hora.
O mais ruidoso: A baleia azul, Balaenoptera Musculus, é capaz de emitir sons mais fortes do que um avião a jato.
O inseto mais ruidoso: As cigarras. Podem ser ouvidas a 400 metros de distância.
O mais dorminhoco: O coala, Phascolarctos Cinereus, que passa 22 horas do dia dormindo.
O inseto que voa mais rápido: A mutuca Hybomitra Hinei Wrighti atinge a velocidade de 145 Km/h. O segundo é a libélula australiana Austrophlebia Costalis que atinge os 90 km/h.
A rã mais saltadora: A rã africana Ptychadena Oxyrhynchus que pode saltar até 5,35 metros.
O que melhor se orienta: A andorinha do mar, Sterna Paradisea, vive no círculo polar ártico e inverna na Antártida.
A ave mais veloz em vôo: O Falcão peregrino, Falco Peregrinus, que atinge no vôo 300 Km./hora. Em vôo normal sua velocidade se aproxima à do Vencejo, Apus Apus, 160 Km./h. Portanto, o Vencejo e o Falção são os seres vivos mais velozes da Terra.
A ave mais lenta: A Becada americana, Scolopax Minor, voa a uma velocidade de 8 km/h.
A ave mais veloz em terra: O avestruz atinge os 80 Km/h.
Que bate as asas mais rápido: O colibri Heliactin Cornuta bate suas asas a uma velocidade de 90 vezes por segundo, 5.400 vezes por minuto.
O que voa mais alto: Em 1973, um Abutre Griffon de Rupell (Gyps rueppellii) chocou com um avião que voava a 11.277 metros sobre Costa do Marfim. Os cisnes negros também atingem grandes alturas, como atestou um piloto que observou uma revoada a 8.230 metros de altura.
O record em distância de vôo: O Chorlito Dourado é capaz de voar ininterruptamente uma distância de 3.000 Km.
O mais veloz em terra firme: O guepardo atinge a velocidade de 120 Km./hora. Seguido pela gazela da Mongólia com 100 Km./h. No entanto, o guepardo só pode manter a velocidade em distâncias curtas, enquanto a gazela é corre maiores distâncias.
O mais veloz em natação: O peixe espada Istiophorus Platypterus é capaz de superar os 80 Km./h. Seguido pelo atum, com 70 Km./h, que em percursos curtos pode atingir os 110 Km./h em cujo caso seria o nadador mais veloz. Mas muito superior é a velocidade que atingem os peixes voadores do gênero Exocoetus quando saem fora da água: 600 km/h.
A ave que nada mais rápido: O pingüim de bico vermelho de Papua, Pygoscelis Papua. Atinge a velocidade de 27 km/hora.
A ave que mergulha a maior profundidade: O pingüim imperador, Aptenodytes Forsteri, é capaz de mergulhar a 255 m (há citações de 483 m) de profundidade agüentando a respiração durante 5 a 18 minutos, atingido velocidades da ordem dos 40 Km/h.
O recorde em salto de altura: É do puma, Felis Concolor, que atinge em salto os 4 metros de altura. Grilos e gafanhotos podem saltar a 2 metros de altura O maior salto sem impulso prévio é o da gazela saltadora, Antidorcas Marsupialis, que pode dar saltos de 3 metros de altura
O recorde em salto à distância: O antílope pode dar saltos que superam os 9 metros. Também o canguru pode dar saltos de 9 metros de distância e 3,30 metros de altura. Em relação a seu peso são os grilos e gafanhotos, que são capazes de dar saltos de 6 metros. Os guepardos podem atingir os 7 metros. Mas em relação a seu peso, o recorde é do Philaenus Spumarius, um inseto homóptero de 6 mm que é capaz de saltar uma distância de 60-70 cm. A pulga, com 1 a 4 mm é capaz de saltar 30 cm. É dito que as pulgas podem dar saltos de 4 metros de distância e até 3 metros de altura, puro folclore.
O mamífero mais lento: O bicho-preguiça de três dedos, Bradypus Tridactilus, move-se no solo a uma velocidade de 2,2 metros por hora.
O mais inteligente: Depois do homem, os animais mais inteligentes são os golfinhos, Delphinus Delphis, e o Chimpanzé, Pão Troglodytes. O primeiro é capaz de comunicar-se mediante uma linguagem de sons, e o segundo é capaz de utilizar algumas ferramentas e imitar ao homem.
O cachorro mais inteligente: Os da raça collie, à qual pertence a famoso Lassie ddo seriado televisivo.
O menor predador: É um protozoário marinho do Pacífico equatorial, Picophagus Fagellatus, que mede menos de 3 microns.
O mais temível: O tubarão branco, depois da película de Holliwood e a sensação de indefesa do homem no meio aquático. No entanto este enorme tubarão de 8m prefere a carne rica em gordura, como a das focas. Quando ataca o homem é porque o confunde por causa de sua má qualidade visual. Depois do primeiro ataque, quando mata as suas presas, se nota tratar-se de um homem, costuma abandonar. Por isso muitos humanos viveram para contá-lo.
O mais feroz: A piranha,Serrasalmus.
O mais luminoso: São variadas as espécies de seres vivos de todos os reinos capazes de emitir bio-luminiscência. Mas o curioso é que um pequeno crustáceo, Cypridina, uma vez seco conserva sua luminosidade durante 30 anos. Na segunda guerra mundial os soldados japoneses os espalhavam pela palma da mão e a usavam de lanterna. O peixe Photoblepharon Palpebratus emite uma bio-luminiscencia tão intensa que pode ser visto a 30 metros de distância
O mais falador: A mulher, oops... O papagaio cinza africano, Psittacus Arithacus, é capaz de imitar sons e a voz humana, como outros papagaios, mas seu vocabulário pode superar as 800 palavras.
O mais viril: O hamster é capaz de manter 65 acoplamentos numa hora, menos de 1 por minuto.
A fêmea mais viril: As fêmeas da hiena manchada, Crocuta Crocuta, são tão similares ao macho que é difícil diferenciar o sexo. Os órgãos femininos são tão similares aos do macho que só se podem distinguir mediante uma inspeção táctil. A causa parece ser a elevada concentração de hormônios masculinos no sangue.
A ave com maior envergadura: A maior envergadura é a do Albatroz Diomedea Exulans, que ultrapassa os 3,5 metros. Asas tão grandes lhes dificultam empreender o vôo; mas lhes facilitam o planeio. O condor é a seguinte, com uma envergadura de 3 metros. A ave de maior envergadura que existiu na Terra foi o Teratorm Gigante, Argentavis Magnificens, que viveu na Argentina no final do Mioceno, faz uns 5 milhões de anos, atingindo uma envergadura que duplicava a do albatroz: 7,3 metros e 120 kg. Tratava-se de um gigantesco abutre.
A ave que passa mais tempo sem pisar terra: O Sterna Fuscata, depois de nascer passa 4 anos sem regressar a terra para criar. Depois o fará cada ano.
O peixe que põe mais ovos: A fêmea do peixe lua, Mola mola, pode desovar 30 milhões de ovos. O bacalhau, Gadus Morhua, desova 7 milhões de ovos; mas não por isso sua eficácia reprodutiva é maior do que a de outras espécies menos prolíficas. O que sucede é que existem predadores que devoram seus ovos e alevinos.
A maior teia de aranha: Construída pela aranha de ouro gigante Nephila Clavipes, que mede mais de 1 metro de diâmetro e que ela usa para caçar rãs
O que tem mais patas: Algumas centopeias têm normalmente entre 15 e 150 pares de patas Há citações de exemplares de 750 patas (325 pares).
Peixes na superfície dágua: Os agulhas dos gêneros Belone, Scomberesox e Hemiramphus, são capazes de nadar velozmente pela superfície da água utilizando o lóbulo inferior de sua nadadeira, de forma que seu corpo saia fora da água com o mesmo ângulo de uma lancha e atingem uma grande velocidade, de até 600 km/h. Os peixes voadores do gênero Exocoetus utilizam a mesma técnica para pegar impulso e voar utilizando suas nadadeiras peitorais até 360 metros de distância e a 7 metros de altura.
O peixe mais cheiroso: O Tímalo, Thymallus Thymallus, é um peixe de água doce que deve seu nome ao cheiro de tomilho que desprende da sua carne.
Aúnica ave hibernante: O Chotacabras de Nattal, Phalaenoptilus Nuttallii, que vive no Canadá.
O animal mais venenoso: A rãs tropicais sulamericanas dos gêneros Dendrobates e Phyllobates conhecidas como rãs de flecha venenosa. Segregam um veneno mortal que é utilizado pelos indígenas na ponta de suas flechas. A toxina de uma destas rãs pode matar até 1.500 pessoas.
A medusa mais venenosa: A vespa de mar, Chironex fleckeri, que forma grandes enxames na costa norte australiana. Seis picadas podem matar a um ser humano.
A aranha mais venenosa: A Cténida brasileira ou aranha da banana, Phoneutria Nigriventer, é a que possui o veneno mais potente. Suas patas têm 10 cm. No entanto, esta aranha tem dificuldades para injetar seu veneno nos humanos. Mais perigosa para os humanos é a viúva negra, da qual há várias espécies do gênero Latrodectus. Entre elas destaca a viúva negra americana Latrodectus Mactans que se caracteriza por uma marca vermelha com forma de ampulheta no abdomem. Também na Europa há viúvas negras que geraram a fama de que as tarântulas são perigosas.
O escorpião mais venenoso: O escorpião dourado Israelense, Leiurus Quinquestriatus
O cefalópodo mais venenoso: O polvo de anéis azuis, Hapalochlaena Maculosa, da Austrália, possui uma saliva venenosa capaz de matar a 20 adultos humanos. O veneno é a tetrodotoxina
O peixe mais venenoso: O peixe pedra, Synanceia Verrucosa, que mede 20 cm e possui uma venenosa espinha dorsal capaz de atravessar a sola dos sapatos. Vive nas ilhas do Pacífico (Hawaii e Indonésia).
O lagarto mais venenoso: Os lagartos não costumam ser venenosos. Somente existem 2 espécies venenosas do gênero Heloderma: Horridum e Suspectum que vivem em regiões desérticas do Texas, Arizona e México. Seus dentes possuem uma ranhura longitudinal através da qual injetam o veneno segregado por umas glândulas situadas no lábio inferior.
A serpente mais perigosa: A cobra Naja que causa a morte de 15 000 pessoas ao ano.
O pássaro mais venenoso: O Pitohui encapuzado, Pitohui Dichrous ou ave lixo de Nova Guiné é a único ave venenosa. O veneno que fabricam é a homeobatraciotoxina, típica de algumas rãs, e se encontra preferencialmente nas plumas.
O mamífero mais venenoso: O estranho ornitorrinco, Ornithorhynchus Anatinus, possui um tipo de espora venenosa numa de suas patas traseiras. Seu veneno produz intensas dores.
O animal mais velho: A baleia franca da Groenlândia (Balaena Mysticetus) pode viver 210 anos. As tartarugas gigantes das ilhas Galápagos podem atingir os 150 anos. Mas entre as tartarugas o recorde é da tartaruga de Aldraba, Aldrabachelys Elephantina da ilha Mauricio, que viveu 152 anos em cativeiro.
O peixe mais velho: A Platilha, Platichthys flesus, pode chegar a viver 60 anos se não é capturada por algum predador.
A ave mais longeva: O cisne, Cygnus, pode viver 100 anos. Os papagaios de 40 a 100 e as cacatuas 75 anos.

Achei a lista Aqui

2 comentários :

  1. Post totalmente legal! parabéns excelente post.
    o mundo animal é mesmo perfeito né xD.

    explicou mto bem.
    post nota 10

    ResponderExcluir
  2. Nossa! Muito legal a postagem, grande iniciativa para se ler e ver coisas interessantes, parabéns!!

    ResponderExcluir

Gostou da postagem ?

Compartilhe sua opinião ai em baixo.